terça-feira, 29 de agosto de 2017

Sabem qual é o segredo das mães felizes?


Se houve coisa que aprendi com a maternidade vezes quatro, é que o tempo passa. Quase sem darmos conta, os nossos filhos deixam de procurar o nosso colo, evitam os nossos beijos e abraços (em público, pelo menos!), já nem sempre se riem com as nossas macacadas, passam a substituir-nos por colegas de escola, telemóveis e afins, deixam de olhar para nós como o centro do seu universo. Se isso é mau? É normal; mas quando ganhamos esta consciência, passamos a gozar até ao tutano cada etapa e paramos de maldizer tudo aquilo que antes era cansativo e que parecia infindável. É que nada é infindável, nem infinito, nem imutável. E esta certeza, se não nos trouxer serenidade, torna-nos, pelo menos, mais humildes. E infinitamente mais felizes.

3 comentários:

Eleina Campos disse...

Os meus filhos ainda são pequenos, mas eu assumo que me dói só de pensar que o que descreveu vai acontecer...

Jolie Fleur disse...

É o que sempre digo... o tempo voa! Se não aproveitarmos agora não aproveitaremos nunca e só se vive uma vez. Os filhos só nascem e crescem uma vez... Parabéns pelo blog.

Anónimo disse...

Marta estou a passar por essa fase e tem-me custado horrores. Tenho uma única filha, faz para a semana 14 anos e é incapaz de ter um gesto de carinho em público. Mesmo em casa já são raras as vezes que isso acontece. Não tem sido fácil lidar com isso.